Skip to content

Não ignorando os seus ardis 9/30

Texto sugerido: Salmo 73:1-13

II. As Estratégias de Satanás para Promover O Pecado no Mundo e as Soluções para Escaparmos delas
A. Colocar uma isca dourada em um anzol enferrujado – Gên. 3:1-5
B. Pintar o pecado com cores virtuosas – Josué 7:18-26
C. Desprezar a impiedade do pecado – II Sam 11:1-17
D. Representar a Deus Unicamente Misericordioso – Lucas 3:8; Jer 7:4-11
E. Aconselhar que o arrependimento é fácil – Efés 6:12-20
F. Convencer que a associação ao pecado não é perigosa – I Cor 15:33
Estudaremos então mais sobre os ardis de Satanás para não sermos ignorantes deles. Uma outra tática usada por Satanás para promover o pecado no mundo é:

G. MOSTRAR QUE OS HOMENS PECAMINOSOS SÃO ABENÇOADOS

1. A TENTAÇÃO

Satanás quer convencer as pessoas que ainda não chegaram a Deus juntamente aos que estão em Cristo que os pecadores levam uma vida repleta de delícias; que eles têm imunidade das aflições da vida, uma proteção para participar na sujeira do pecado; e que os sonhos de abundância são atingidos sem grande problemas com algum castigo do mundo ou do céu. (Sal 73:1-13). Achando que isso tudo não é bastante, ele quer que as delícias do pecado fiquem tão atraentes do que qualquer pensamento de buscar a Deus, deixando que o tolice do caminho mal seja vista pois as bênçãos da vida não se dão pela submissão a Deus. Satanás tenta sugerindo que o caminho santo comporta apenas sofrimento, aflições, perseguições e canseira. Satanás cochicha nos ouvidos daqueles que desejam seguir a Cristo, !olhe os exemplos do povo depois de ter saído do Egito? (Êx.. 16:1-3 e os em Jer 44:16-18).

2. AS SOLUÇÕES PARA QUE VEJAMOS COM CLAREZA A VERDADE REAL

a. As aparências da mão de Deus não revelam o Seu coração
A mão pode parecer bondosa para aqueles que Deus intenta destruir

Rei Saul – Tinha vida, o reinado e a realeza; mas a bênção, não. I Sam 15:28 – Deus o deu 20 anos como rei sem as Tuas benções. Aparência era diferente da realidade.
Sal 73:17-20 – Por bom tempo os ímpios subiram na vida, mas era apenas para cairem na desolação, “quase num momento!”
A mão pode parecer pesada para aqueles que Deus intenta abençoar

Jó – Compare Jó 1:21 a Jó 42:12,13 (Tiago 5:7-11).
Rom 5:3-6 – A tribulação opera valiosas bênçãos: paciência, expediência, esperança, estabilidade, o amor de Deus (Sal 119:67,71; 73:24).
II Cor 12:9 – “O meu pode se aperfeiçoa na fraqueza.”
Tiago 1:2-4, “a prova da vossa fé obra a paciência .. sua obra perfeita … para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.”
II Cor 4:17 – a tribulação precede e produz a glória (Rom 8:18,37; II Tess 1:4; Heb 12:10-13; I Ped 1:6-9; 5:10). Ninguém pode julgar a Deus pelas aparências – Isa 55:9

b. Abusar da misericórdia geral de Deus só aumenta a sua destruição
Sodoma e Gomorra – Gên. 19:24,25 – A destruição demorou, mas verdadeiramente aconteceu.
Jer 44:20-28 – Ser ruim porque Deus é bom prepara a destruição

c. Não ter aflições já é um castigo
Oséias 4:17, !”Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o?
Se Deus deixar-nos com os pecados, como teremos as Suas bênçãos?

d. As bênçãos dos ímpios não comparam com as que faltem
Eles têm somente o que dinheiro compra (aquilo que o homem pode providenciar).
Eles não têm o que o dinheiro não pode comprar (aquilo que unicamente Deus pode fornecer): Deus, Espírito Santo, Cristo, as promessas, a reconciliação, a graça de Deus, a Sua justiça, a justificação, a santificação, a adoção, o poder vitorioso, a liberdade e a esperança de ter a vitória final não somente sobre o preço e poder do pecado mas também sobre a presença do pecado, o gozo inexprimível, a paz que excede todo o entendimento, a morada com o Pai, o tesouro incontaminado e o privilegio de ser participante no reino que dura para sempre.
Quanto mais se tem aqui, maior a responsabilidade diante de Deus (Luc 12:48)

3. DEFESAS

Lembrai-se como Deus tratou os de visão curta – Jer 44:20-29
Olhai às promessas (Isa 64:4; I Cor 2:9; I João 3:2) dAquele que pode nos guardar de tropeçar (Judas 24).
Entrar no santuário de Deus para entender as Suas obras.

Published inNão ignorando os seus ardisVida cristã

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!