Skip to content

Não ignorando os seus ardis 21/30

Leitura: Rom 8:28

III. OS ARDIS PARA DEIXAR O CRENTE SEMPRE DESANIMADO
A. Exagerar nos pensamentos sobre os pecados para não olharmos para o Salvador – Fil. 4:8,9
B. Interpretar Mal a Segurança da Fé Gal 4:6.
C. Entender Mal os Contra Tempos que Vem na Vida

1. A TENTAÇÃO

Satanás cochicha nos seus ouvidos: Você não está vendo que Deus está contra você? Suas orações não estão sendo respondidas; seus desejos estão sendo desapontados; suas lágrimas estão sendo esquecidas; suas esperanças estão sendo destruídas uma a uma; seus esforços não estão sendo abençoados em quase nada. Se Deus, o AMOR, realmente estivesse com você; se Deus, o TODO PODEROSO estivesse atualmente te apoiando; se Deus, o SOBERANO, estivesse sinceramente em tudo o que você crê que Ele esteja, você não estaria sujeito a tais desapontamentos, contra tempos, barreiras e obstruções em sua vida.

2. AS SOLUÇÕES

a. Há muitas coisas que são contra o nosso desejo mas não contra o nosso bem.

Os nossos desejos vêm de um coração enganoso (Jer 17:9), de um entendimento finito (Isa 55:8,9), de olhos obscurecidos pela ignorância (Sal 73:17,26) e de ânimos instáveis (Rom 7:14-20). Conscientemente nunca desejamos algo que não serve para o nosso bem, mas há muito que ansiamos que não levaria para o bem desejado.

  • A insistência do povo de Deus era ter um rei como as outras nações, mas não era para o seu bem (I Sam 8:5-22).
  • José desejava ficar com a sua família, mas para o seu bem ele foi vendido como escravo (Gên. 50:20, “Vós bem intentastes mal contra mim; porém Deus o intentou para bem”.

Com Deus cuidando de nós e o Espírito Santo intercedendo por nós podemos saber “que todas as coisas contribuem juntamente para o bem” (Rom 8:28).

b. A mão de Deus pode estar contra o homem que Deus ama intimamente

  • Aquele que era cada dia as delícias de Deus, alegrando-se perante Ele em todo o tempo (Prov. 8:30) é o mesmo que o SENHOR se agradou em moê-lo (Isa 53:10). Ninguém nunca amou alguém tão perfeitamente, infinitamente e imensamente quanto Deus ama o Seu Filho Unigênito. Mas foi justamente Este Amado quem Deus entregou às mãos dos homens injustos para que prendessem, crucificassem e matassem (Atos 2:23; 4:28).
  • Veja também o exemplo de Jó (Jó 1:8,12; 2:3,6 – amado por Deus, mas entregue aos contratempos pelo próprio Deus. 1;21, “o Senhor o deu, e o Senhor o tomou:”, 2:10, “receberemos o bem de Deus, e não receberíamos o mal?”).
  • Entendem a vida do Apóstolo Paulo. Deus aprovou de chamar este servo desde o ventre da sua mãe e separou-o para revelar Cristo a ele (Gal 1:15-16). Paulo era um vaso escolhido por Deus com um ministério especifico que redundou para a glória de Deus (Atos 9:15). Mas todo esta graça e misericórdia não isentou Paulo de conhecer muitos contra tempos e muitas barreiras (II Cor 4:8-11; 11:23-33). Com Paulo aprendemos que Deus pode amar um servo e ainda usar um espinho na carne para a Sua própria glória. Por causa de disso, podemos gloriar nas fraquezas que Deus mesmo traz em amor (II Cor 12:9,10).

c. Todos os contra tempos dos santos, operam para o seu bem nesta vida. – Tiago 5:7-11

  • O exemplo de José (vendido, esquecido… mas usado gloriosamente para preservar a sua família durante a seca e dando uma grande herança a eles. Gên. 46:3; 47:5,6,11,12).
  • Rom 5:3-5, “E não somente isto, mas também gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,…”, “experiência” – II Cor 1:3-5.
  • Tiago 1:3, “Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência.”
  • I Ped 5:10, “…depois de haverdes padecido um pouco, ele mesmo vos aperfeiçoará, confirmará, fortificará e fortalecerá”.
  • Tiago 5:10,11 – tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas e Jó.

d. Todos os obstáculos no caminho terreno, levam para às bênçãos celestiais

Parece difícil acreditar mas, as males na vida levam-nos a conhecer as belezas celestiais. Durante as aflições nós somos forçados a compreender a inferioridade dos nossos pensamentos, a fraqueza do nosso poder e a falta de conforto que há nos bens materiais. Os impedimentos que nos privam de receber as bênçãos mateiras levam-nos a buscar a Deus, o seu conforto, a Sua sabedoria e a Sua presença.

  • São os obstáculos no caminho que nos preparem para gozar do céu; aquele “peso eterno de glória mui excelente” de II Cor 4:17.
  • Foi um espinho na carne que fez que o poder de Cristo habitasse na vida de Paulo (II Cor 12:7-10).
  • Foi a morte e os sofrimentos de Cristo que trouxe a sua exaltação soberana pelo Pai (Fil. 2:8,9).

O caminho de crescimento da fé é acompanhado de muitas rochas que espremem de nós perfumes aromáticos agradáveis ao Senhor, e que fundem em nós qualidades que são úteis para a obra de Deus e para os ao redor de nós. É quando nós somos atribulados que podemos conhecer melhor o Deus de toda a consolação pelas quais sabemos consolar os que estiverem em alguma tribulação (II Cor 1:3,4).

As pedras que atingiram o Estêvão fizeram com que ele invocasse a Deus e o encontrasse o descanso pelo qual ele adormeceu. (Atos 7:54-60).

CONCLUSÃO:
  • Com amor a Deus, faz que a sua salvação seja testemunhada para os outros – Fil. 2:12
  • Louva a Deus pela Sua santidade, sabedoria e justiça – Jó 13:15; 42:8, “reto como o meu servo Jó”
  • Tenha certeza da vitória de Deus – Rom. 8:38,39; II Tim 1:12.
  • Fixe a sua fé em Quem já passou por todas as tentações, a morte e foi vitorioso – Heb 12:1-3
  • Nunca confie em seu próprio entendimento – Sal 37:3-5; Próv. 3:5,6.
  • Tenha fé em Deus – Mar 11:22. As insinuações de Satanás não conhecem a verdade (João 8:44)

Published inNão ignorando os seus ardisVida cristã

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!