Skip to content

Não ignorando os seus ardis 17/30

Leitura: Romanos 7.21

III. As Barreiras Que Satanás Usa para Impedir a Obediência do Crente

F. DISTRAIR COM PENSAMENTOS VÃOS

1. A TENTAÇÃO

A preocupação de Satanás é de nos dar tanta oposição interna que esforço externo é desanimado. Ele coloca pensamentos que convencem que a obediência à Palavra de Deus, ou ao serviço a Deus ou àquilo que se deseja fazer na igreja ou para o Evangelho será tão destroçado, mal feito e menos prezado pelo povo de Deus ou pelo mundo ou até por Deus que pensamos talvez seja melhor nem ser feito. Ele incita uma duvida em trazer a pergunta: quem é você para fazer isso? Deixa para outro melhor qualificado. Ele sugere que a sua intenção não é boa dizendo que você está querendo mostrar-se com isso. Ele também infere que a obediência que você está querendo fazer não é justa e que deve esperar até que você seja mais santo e as suas intenções estejam mais santificadas. Naquele dia que você é mais maduro, ele tenta, aí, você poderá servir à vontade.

2. SOLUÇÕES

a. Conheça bem o seu Deus. Dan 11:32, “o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas”.

A palavra “conhece” vem da palavra hebraica (#3045) que significa conhecer por experiência ou vista nem Adão conheceu intimamente a sua esposa (Gên. 4:1). A pessoa que conhece intimamente o seu Deus se tornará forte e fará proezas. Conhecer Deus é uma solução para acabar com os pensamentos vãos que Satanás provoca em nossas mentes. A VERDADE é o que está importante! Estude-a, Assiste-a, Medite-a, Conheça-a, Obedeça-a, Cresça nela. Medite nas grandezas da Onisciência, Onipotência e Onipresença de Deus. Rom 11:36. Estando certo da grandeza de Deus, as dúvidas e as tentações de Satanás pelo mundo ou pela carne não terão tanto brilho.

O FBI Americana treina os seus agentes no departamento de detectar notas falsas numa maneira interessante. Os agentes gastam horas estudando as notas verdadeiras minuciosamente. Os agentes ficam tão bem acostumados com o peso certo, as cores verdadeiras e todas as características das notas verdadeiras que quando avistem uma nota falsa, rapidamente percebem. Assim é o crente que conhece o seu Deus. Tão bem Deus é conhecido que os pensamentos vãos são percebidos como vãos e assim rejeitados.

b. Seja constante no serviço de Deus, mesmo tentado. Tiago 4:7,8, “Sujeitai-vos, pois, a Deus … Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós.”

Aprende do exemplo de Cristo quando foi tentado. Ele não abriu mão de servir a VERDADE, em nenhum instante (Mt 4:1-11). Verá que, em tempo propício, Satanás O deixou. Deixe que as tentações empurrem você à maior procura pela Sua santidade.

c. Saber que o que ofende a mente não tem que prejudicar nossas almas.

Resistindo a tolice de Satanás, faremos com que a alma seja protegida do sofrimento, pois, antes de vir o mal para a alma, ele passa pela mente. Se a mente, então, não dá tempo para que os pensamentos se hospedem e nos desanimem, como poderão eles tornar como residência a nossa alma? Quando os pensamentos de Satanás estão alojados na mente eles nos envenenem por dentro. “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” Tiago 4:7

d. Resistir o pensamento alheio na mente para guardar as ações do corpo.

Prov 4:23, “Sobre todo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Tenha cuidado com o que pensa. Só a mínima impureza diminua a pureza de qualquer coisa. Se a Palavra de Deus é a sua meditação constante e ela é obedecida, o coração será puro e o corpo não conhecerá os efeitos destrutivos dos pensamentos vãos.

e. Enche-se com pensamentos que têm afeiçoes de Deus.

Não haverá lugar para outras coisas. Sal 119:97.

Efés 1:16-19, “vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; .. para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos; e qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós…”

CONCLUSÃO

Paulo entendia que o coração do homem era um campo de batalho entre o pecado e a natureza nova. A vida presente nesta vida não era um paraíso: “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” Paulo sabia a vitória em Cristo e o crente verdadeiro conhecerá também. “Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor.” (Rom 7:24,25). Conhece este Cristo?

Published inNão ignorando os seus ardisVida cristã

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!