Skip to content

Não ignorando os seus ardis 16/30

Leitura: Sal 34:8-22

III. As Barreiras Que Satanás Usa para Impedir a Obediência do Crente

E. ATRAIR-NOS PARA A MAIORIA QUE NÃO SEGUEM O QUE É DE DEUS
1. A TENTAÇÃO

Satanás vem com uma voz suave e convincente dizendo que você está tentando servir ao Senhor Deus, mas você está muito só. Ele continua inferindo que os nobres e grandes ao redor de você não têm a mesma preocupação que você tem, e olhe, estão vivendo, e vivendo bem. Ele questiona seus princípios e a pergunta que esconda uma armadilha, “Por que você deve ser diferente dos bons, dos ricos e dos muitos que são aceitos pela sociedade?” Ele compara a suas dificuldades com os sábios e as pessoas cultas da sua cidade que não se preocupam por dedicar tanto à adoração a Deus da mesma forma que você. Então ele fecha o argumento questionando, “Porque você deve ser tão bom e sensível a Deus? Não seria melhor fazer como eles?”

2. SOLUÇÕES

a. O que diz a Bíblia sobre o cristão seguir a maioria.
Lei – Êx. 23:2, “Não seguirás a multidão para fazeres o mal”
V.T. – Prov 4:14, “Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus.”; Prov. 9:6, “Deixai os insensatos e vivei; e andai pelo caminho do entendimento.”
N.T. – Efés 5:11, “E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as”. As palavras “condenai-as” em grego (#1651, Strong’s) significam corrigir, convencer e refutar. Devemos nos revelar o erro, não ignorar ou cooperar com ele seja em uma pessoa ou seja em uma multidão.
A multidão é geralmente ignorante do caminho certo. Atos 28:22, “quanto a esta seita, notório nos é que em toda a parte se fala contra ela” (Atos 19:23-32, v. 29, “E encheu-se de confusão toda a cidade e, unânimes, correram ao teatro …”; Mat. 27:20, “Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus.”). Mat. 7:21-23, “Muitos me dirão naquele dia:…Nunca vos conheci; apartai-vos de mim”

b. Quem anda com as multidões, padece com as multidões
Gal 5:10, “mas aquele que vos inquieta, seja ele quem for, sofrerá a condenação” (seja popular, seguindo ou liderando a multidão, seja quem for, sofrerá a condenação). Mas, o que teme ao Senhor tem o anjo do SENHOR acampando-se ao redor ele para livrá-lo “de todas as suas angústias.” (Sal 34:7).
Muitas vezes, a multidão é completamente enganada acerca das coisas de Deus. Mat. 7:13,14, “é espaçoso o caminho que conduz à perdição e muitos são os que entram por ela;” Por exemplo:

A Nação toda: Egito – Êx. 12:29, “o SENHOR feriu a todos os primogênitos na terra do Egito”; Os habitantes de Canaã – Josué 11:3-5, note quantas nações estavam contra o Israel.
A Cidade toda: Sodoma – Gên. 19:4 (Gomorra também foi destruída, Gên. 19:24,25); Jericó – Josué 6:20,21.
Os Religiosos: Éfeso – Atos 19:29-34, “ourives da prata”; Fariseus – Mat. 26:57-59,67, “à casa do sumo sacerdote Caifás, onde os escribas e os anciãos estavam reunidos”; 27:20, “os príncipes dos sacerdotes” (v.25, “O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos.” O que veio a acontecer. Deus pode reter a sua misericórdia ao ponto que não crerás: Atos 13:41,46)
As multidões podem ajudar você a pecar, mas, quando vier a condenação, nem multidões de anjos no céu ou de pessoas na terra, podem ajudá-lo a não receber os justos juízos de Deus.

As multidões no céu ou na terra tiraram o rico do hades? Lu 16:26, “os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.” (Veja o exemplo das vidas de Moisés e de Arão e dos milhões que não entraram na terra prometida por serem provocados a pecar pela multidão.)

c. O Valor da sua alma imortal
A alma é eterna – Mat. 10:28, “temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.”. O inferno será lançado no lago de fogo (Apoc 20:1114) onde o bicho não morre (Mar 9:44-48).
A alma é preciosa – Mar 8:36,37, “que daria o homem pelo resgate?” (Sal 49:7-9, “a redenção da sua alma é caríssima”)
É loucura morrer por causa da influência de um? E ainda mais loucura morrer pela influência de uma multidão. Não é melhor andar em um caminho reto sozinho, do que vagar em um caminho tortuoso juntamente com os ímpios?

CONCLUSÃO:

Os malfeitores “cedo serão ceifados como a erva, e murcharão como a verdura”. Portanto é melhor confiar no SENHOR e fazer o bem, deleitando-se no SENHOR não confiando em nosso próprio entendimento. Sal 37:1-13,18-24,34-40

Published inNão ignorando os seus ardisVida cristã

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!