Skip to content

Posso perder minha salvação?

No sermão “A segurança eterna dos salvos”, C. D. Cole esboça a segurança do cristão:

“Vendo eu o sangue, passarei por cima de vós” Êx. 12:13.1
“Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós,” I Cor. 5:7

O povo de Deus é salvo, eternamente salvo, nenhum dano real pode acontecer a ele. A providência divina cuida dele e todas as coisas contribuem para o seu bem.

Algumas coisas terríveis vão acontecer nesta terra, ela vai se derreter por causa do calor fervente, os céus vão se enrolar como um pergaminho, as estrelas vão cair, a terra vai tremer, o sol vai ficar preto como um saco de cilício, a lua vai se tornar em sangue, mas nada disto vai atingir os salvos.

Praga, fome, guerra, tempestade e morte chegarão, mas o povo de Deus triunfará sobre tudo isto.

Vou falar sobre três pontos. Primeiro: Quem é o povo de Deus? Segundo: O que se torna salvo? Terceiro: Como este povo sabe que é salvo?

QUEM É O POVO DE DEUS?

  1. O povo de Deus pela criação, e seu povo pela redenção.
  2. O salvo sente-se indigno a seus próprios olhos, ele não confia na carne. Por causa do pecado sua tristeza é muito grande. Ele tem mais problemas com seu “eu” do que com qualquer outro homem.
  3. Sua esperança está em Cristo. Se alguém persuadi-lo a crer que Cristo não recebeu o castigo por causa dos seus pecados em seu próprio corpo, o salvo seria infeliz.

QUE SE TORNA O POVO DE DEUS?

1. O que salvou Israel naquela noite, no Egito, quando Deus enviou seu juízo sobre aquela terra? Foi o sangue aplicado nas ombreiras da porta. Deus disse aos israelitas o que tinham de fazer para serem salvos. Disse Deus: “Vendo eu o sangue, passarei por cima de vós.” Nem também: “Quando ver sua tristeza, passarei por cima de vós.”

2. Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Foi o sangue que salvou Israel e é o sangue que nos salva. É o sangue que nos separa da culpa do pecado e nos imuniza da ira de Deus no dia do juízo. Deus não diz a nós hoje: “Quando eu ver seu bom caráter, ou suas boas obras, ou seu batismo, ou seu nome escrito no rol da igreja, ou sua tristeza, ou suas orações ou rezas, ou sua pobreza?”; é o sangue que Deus tem que ver, a fim de que pudesse, em justiça, poupar os pecadores. Ele fez seu Filho, que não tinha pecado, morrer, para que os homens desobedientes não morressem.

COMO SABEMOS QUE SOMOS SALVOS?

  1. Será que podemos saber que somos salvos? João 20:13 diz: “Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” Em I João 5:13 diz: “Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.”
  2. Será que podemos ser salvos e não sabermos disto? Leia outra vez I João 5:13. Note especialmente a parte que diz: “Para que saibais que tendes a vida eterna.”
  3. Como é que possamos saber que somos salvos? Mais uma vez a resposta está em I João 5:13. É uma verdade bem simples:

“Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.”

Published inOutros assuntos

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!