Skip to content

Pergunta 76 – Quem pode ser batizado?

76. Pergunta. Quem pode ser batizado?

Resposta. Todos aqueles que realmente professam arrependimento para com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo e nenhum outro (1).

Versículo para Memorizar: Atos 8.37, “E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.

76.1. Todos aqueles que realmente professam arrependimento (1) para com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo e nenhum outro (2).

Atos 2.38, “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.”

Mateus 3.6, “E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.”

Marcos 16.16, “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.”

Atos 8.12,36-37, “Mas, como cressem em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus, e do nome de Jesus Cristo, se batizavam, tanto homens como mulheres. E, indo eles caminhando, chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado? E disse Filipe: È lícito, se crês de todo o coração. E respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.”

Atos 10.47-48, “Respondeu, então, Pedro: Pode alguém porventura recusar a água, para que não sejam batizados estes, que também receberam como nós o Espírito Santo? E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias.”

O batismo bíblico requer o candidato qualificado. O sangue antecede a água. A salvação se dá primeiramente. “Não ensinamos que o batismo é essencial para a salvação, pelo contrário, que a salvação é essencial ao batismo” J. R. Graves, O BATISMO ESTRANHO E OS BATISTAS, citado por W. M. Nevins.

João pediu uma qualificação dos que ele batizou: Mt 3.8, “Produzi pois frutos dignos de arrependimento.” Não frutos dignos de emoção, inteligência ou filosofia, mas de arrependimento. Uma mudança radical de mente e atitude, de coração ao respeito do pecado e de Deus é necessária.

Jesus explicou que quem deve ser batizado são os crentes: Mc 16.16, “Quem crer e for batizado….mas quem não crer”.

O exemplo bíblico dos que foram batizados no Novo Testamento foram os que primeiramente justificaram a Deus: At 2.41, “…foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra;…”; Gl 3.27, “todos batizados … já vos revestistes de Cristo.”; Eunuco (At 8.36-38); Coríntios (At 18.8); (Éfeso) At 19.1,5.

De Deus vem a verdade e a Vida pela Sua graça. Procure essa vida nova de Deus por intermédio de Cristo!

“Mas os fariseus e os doutores da lei rejeitaram … Deus … não tendo sido batizados por ele.” (Lc 7.29,30).

Há os que se julgam e justificam a Deus (os santos); e há os que se justificam e julgam a Deus (os descrentes). C. D. Cole

Versículo para Memorizar: Atos 8.37, “E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.

A entrada no reino de Deus é privilégio dos regenerados somente (Jo 3.1-5). “Frutos dignos de arrependimento” são exclusivos dos salvos. Não podemos esperar que qualquer um persevere no que primeiramente não tem. Todavia, o exemplo Bíblico é que os salvos batizados perseveram na fé Cristã – Atos 2.40-42, “perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.”

Você foi batizado corretamente?

Você já conhece o arrependimento para com Deus e Fé em Cristo Jesus?

Está confiando somente em Cristo e em nenhum outro?

Versículo para Memorizar. Atos 8.37, “E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.

Qual a idade mínima para batizar os que crêem e manifestam frutos dignos de arrependimento?

Não há limitação bíblica para qualquer idade da pessoa que crê para ser qualificada para o batismo. A qualificação para o candidato para o batismo, biblicamente, é fé verdadeira que é manifesta numa vida cristã.

Ninguém deve ser ingênuo ao fato que existem os que possuem uma fé falsa. Há os que fazem confissões falsas de fé. Pode ser ou não ser proposital essa confissão falsa. Na Bíblia existem casos de confissões falsas (Judas Iscariotes – Jo 6.70; Simão o mágico – At 8.9-21; Diótrefes – III Jo 9-11) e estes foram batizados e faziam parte da igreja.

É o ideal batizar ninguém que não seja convertido pois fere a representação do batismo, o ensino e o exemplo bíblico. Talvez por isso o João Batista falou aos fariseus e aos saduceus: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento” (Mt 3.8). O servo fiel que é ministrante da Palavra de Deus diante da igreja deve “batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos” (Judas 3). Essa responsabilidade séria inclui a administração das ordenanças.

Muitas vezes a dúvida sobre batizar um pré-adolescente é por duvidar se realmente uma pessoa dessa idade é uma convertida. Se uma pessoa, de qualquer idade, for convertida, e essa pessoa pedir batismo, biblicamente não há razão de não batizá-la, se tiver fruto do arrependimento.

Pode ser que existe uma dúvida sobre a fé que um pré-adolescente pode ter. Que pessoas dessa idade possam ser convertidas não deve ter dúvida alguma. Jesus mostrou a sua atitude para com as crianças quando disse: “Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus.” (Mc 10.14). Qualquer pessoa, que tem o espírito de uma criança em humildade e inocência para com Deus, não deve ser impedida na sua obediência. Não há regulamento bíblico sobre uma idade mínima ou “idade da razão” que devemos respeitar com a fé ou a obediência.

No mundo hoje há ministérios de igrejas que pressionam os que frequentam os seus cultos a fazerem manifestações públicas. Nas igrejas de hoje há manipulações emocionais, pressões que partem das famílias, dos amigos ou até dos pastores. É um fato revelador que as igrejas que mais pressionam decisões publicas são as que mais têm problemas das confissões falsas entre o seu rol de membros. As igrejas que menos pressionam as decisões públicas esperando que Deus, pelo Espírito Santo, convença os pecadores sobre Jesus Cristo pela pregação da verdade, são as que menos têm problemas de confissões falsas entre os membros. Mas mesmo que João Batista foi quem lhe batizou e Jesus Cristo quem seja o pastor da igreja, pessoas não convertidas entre os membros é uma possibilidade. Veja o caso de Judas Iscariotes sendo membro da igreja primitiva.

Resumindo: se não há qualquer qualificação bíblica sobre a idade mínima que alguém possa crer e, se é lícito batizar os que creem e tem vida com frutos de arrependimento, a igreja não tem direito impedir este que crê, e que tenha fruto digno do arrependimento, não importando a sua idade, a ser batizado.

Versículo para Memorizar: Atos 8.37, “E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”.

Compilado pelo Pastor Calvin Gardner
Correção gramatical: Edson Elias Basílio, 04/2008 e
Robson Alves de Lima 11/2011 Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Published inBíbliaCatecismo de C. H. Spurgeon

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!