Skip to content

Pergunta 71 – Quais são os meios exteriores pelos quais o Espírito Santo nos comunica os benefícios da redenção?

71. Pergunta. Quais são os meios exteriores pelos quais o Espírito Santo nos comunica os benefícios da redenção?

Resposta. Os meios exteriores e comuns pelos quais o Espírito Santo nos comunica os benefícios da redenção de Cristo são a Palavra, através da qual as almas são geradas (regeneradas) para uma vida espiritual; o Batismo, a Ceia do Senhor, a Oração e a Meditação, pelos quais todos os crentes são posteriormente edificados na mais santa fé (1).

1. At 2.41-42, “De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, e perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” Tg 1.18, “Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas.”

Versículo para Memorizar: Salmos 19.7, “A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices”.

Deus Usa Meios para Cumprir a Sua Vontade

Deus usa meios para completar em tempo real o que Ele determinou na eternidade passada. Um exemplo dos meios sendo usados para fazer a Sua vontade é a própria morte de Cristo. É dito que Cristo “foi morto desde a fundação do mundo” (Ap 13.8). Esta ação foi completa na eternidade passada já na mente de Deus. Mas, em tempo propício, no mundo, diante dos homens, Cristo foi preso, crucificado e morto pelas mãos de injustos (At 2.23; 4.27,28). Também, a obra de eleição foi feita na eternidade, mas o seu efeito, a própria salvação, somente é visto em tempo por conseqüência da operação e a cooperação dos meios divinamente programados (I Pe 1.20,21). Mesmo que as Suas obras da eleição foram acabadas “desde a fundação do mundo” (Hb. 4.3), elas vem a ser realizadas entre os homens em tempo por meios (Rm. 10.13-15).

Os Meios Externos

Todos os meios que levam para a salvação, sejam internos ou externos, são controlados por Deus Quem é sobre tudo (Is 45.7). Não minimizando o poder de Deus nem da Sua soberania, os meios externos são da responsabilidade do homem. Os meios externos, da responsabilidade do homem, devem ser empregados com todo o esforço biblicamente legitimo implorando Deus a usar Seus meios internos, que são da Sua responsabilidade, nos corações de todos daqueles a quem é pregado a Verdade (Ez 37.1-10).

Deve ser enfatizado que Deus não é limitado em nada (Dn 4.35, “não há quem possa estorvar a sua mão, e lhe diga: Que fazes?”). Se de pedras Deus quiseste suscitar filhos a Abraão, Ele poderia (Mt 3.9; Lc. 3.8) pois nada há que a Deus seja demasiado difícil (Jr 32.17). Porém, aquilo que Deus manda ao Cristão fazer, ele é responsável a fazer. O Cristão é mandado a pregar a Verdade, orar que Deus abençoe a Sua Palavra e viver uma vida exemplar diante todos. Se o Cristão não obedece o que é responsável em fazer, não verá as bênçãos de Deus no seu ministério (Ez 33.6-8; II Co 4.3,4; At 20.26,27).

Versículo para Memorizar: Salmos 19.7, “A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices”.

Compilado pelo Pastor Calvin Gardner
Correção gramatical: Edson Elias Basílio, 04/2008 e
Robson Alves de Lima 11/2011 Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Published inBíbliaCatecismo de C. H. Spurgeon

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!