Skip to content

Pergunta 50 – O que se exige no quarto mandamento?

50. Pergunta. O que se exige no quarto mandamento?

Resposta. O quarto mandamento exige que sejam reservados santos a Deus os tempos que Ele determinou em Sua Palavra, especialmente um dia completo dos sete, que deve ser um sábado santo a Ele (1).

Versículos para memorizar:

Ex 20.8, 9, “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. 9 Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.”

50.1. Levítico 19.30.”Guardareis os meus sábados, e o meu santuário. Eu sou o Senhor”. Deuteronômio 5.12. “Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o Senhor teu Deus”.

A santificação não é apenas uma separação. Significa também uma separação para a santidade (Nm 6.5-8; Hb 7.26; II Tm 2.19-21). A palavra “santificação” também tem a idéia de purificação ou de uma lavagem (Hb 9.13-14; Ef 5.26).

O léxico de Thayer’s consta o significado da palavra “santificar (hagiazo)”: dar ou reconhecer por venerável, honrar, separar de coisas profanas e dedicar-se a Deus; consagrar; purificar (Simmons, p. 361).

Enquanto olharemos ao quarto mandamento e o que ele exige segundo o descanso, não podemos ignorar o que este mandamento exige em relação do trabalho. Existe o dever do homem em trabalhar os seis dias da semana reservado para o homem. Esta regra, de trabalhar antes de descansar, é repetida no Novo Testamento (Pink, pg. 162):

I Ts 4.11, 12, “E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado; Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma”.

II Ts 3.10-14, “Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também. 11 Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes fazendo coisas vãs. 12 A esses tais, porém, mandamos, e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão. 13 E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem. 14 Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, notai o tal, e não vos mistureis com ele, para que se envergonhe”.

Desejar descansar sem o devido trabalho é tolice. Ec 10:16, 17, “Ai de ti, ó terra, quando seu rei é uma criança, e cujos príncipes comem de manhã. 17 Bem-aventurada tu, ó terra, quando seu rei é filho dos nobres, e seus príncipes comem a tempo, para se fortalecerem, e não para bebedice”.

O Sábado Judaico

O Sábado era um sinal da aliança entre Deus e Israel (Êxodo 31.12-16). No sétimo dia Israel devia se abster do trabalho ordinário, carregar qualquer coisa, viagens longas, acender fogo, juntar lenha ou maná e negociar (Êxodo 35.3, 16.22-26, Neemias 13.15-22). Somente casos que envolvessem exigência, misericórdia, ou piedade eram permitidos (Mateus 12.1-13, Números 28.9-10, Levítico 24.5-8). Israel devia se regozijar neste dia (Isaías 58.13-14), mas haveria julgamento se o Sábado fosse quebrado (Êxodo 31.14, Números 15.32-36). O abuso do Sábado por parte de Israel era um tema comum dos profetas. (R. Crisp, Os Dez Mandamentos, pg.21-22)

Versículos para memorizar:

Ex 20.8, 9, “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. 9 Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.”

Compilado pelo Pastor Calvin Gardner
Correção gramatical: Edson Elias Basílio, 04/2008 e
Robson Alves de Lima 11/2011 Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Published inBíbliaCatecismo de C. H. Spurgeon

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!