Skip to content

Pergunta 39 – O que acontecerá ao ímpio no dia do juízo?

39. Pergunta. O que acontecerá ao ímpio no dia do juízo?

39.1 Resposta. No dia do juízo o corpo do ímpio será ressuscitado do túmulo e sentenciado, juntamente com o espírito, aos tormentos inexprimíveis com o diabo e seus anjos para sempre (1).

Para Memorizar: Jo 3.36, “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”.

1.a No dia do juízo o corpo do ímpio será ressuscitado do túmulo e sentenciado, juntamente com o espírito.

Essa será a ‘segunda ressurreição’ pois vem depois da “primeira ressurreição” – Ap 20.4-6.

A ‘segunda ressurreição’, na profecia, é mencionada como um evento que segue imediatamente da “primeira ressurreição” como em:

Daniel 12.2. “E muitos do que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno”.

É comum que profecias mencionem vários eventos como imediatamente seguindo uma da outra. Porém pode haver muito tempo, até séculos, entre uma e outra. Por exemplo:

Gn 3.15, “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferireis o calcanhar”.

Is 9.6, 7, “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. 7 Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto”. Há um tempo longo entre o nascimento de Cristo e o tempo que o reino de Cristo será sobre o trono de Davi (Lu 1.32, “o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu Pai”; Ep 2.9, 10 – algo que ainda não aconteceu).

Quando parece que Daniel fala de uma ressurreição geral, ele está referindo-se a duas ressurreições separadas uma da outra por um tempo. Uma será para a vida eterna (a “primeira ressurreição”; Ap 20.5; I Ts 4.13-18) e a outra para “vergonha e desprezo eterno”, Dn 12.2 (Ap 20.11-15).

Jesus fala dessas duas ressurreições como uma seqüência, uma parte seguindo imediatamente da outra parte: João 5:28-29. “Todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação”.

Para Memorizar: Jo 3.36, “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”.

Essa segunda ressurreição será dos ímpios e serão julgados “pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras” (Ap 20.12).

1.b Nesse dia os julgados serão lançados “no lago de fogo” (Ap 20.14, 15) para os tormentos inexprimíveis com o diabo e seus anjos para sempre.

É lugar de tormentos inexprimíveis: Mt 25.41. Este versículo não é para enfatizar quem vai lá, mas como serão terríveis os tormentos lá (Pink). Imagine os tormentos que farão os homens buscar a morte (Ap 9.6). Se este lugar é preparado para o diabo e seus anjos, pode saber que não há lugar com mais tormento do que esse. Este tormento será tanto interno quanto externo, físico quanto mental (Lu 16.23-26).

Não devemos duvidar que esse estado final dos ímpios será eterno. A Bíblia é clara neste ponto:

Dn 12.2, “outros para vergonha e desprezo eterno”.

II Ts 1.9. “Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição”.

Mt 25.41. “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”.

Mc 3.29 “réu do eterno juízo”; Hb 6.2.

Mc 9.49 “salgado com fogo” Sal preserva e conserva. Entenda que o fogo é preservado (Pink).

Jd 1.7, “a pena do fogo eterno”; Mt 18.8; 25.41, “fogo eterno”

Mt 25.46, “tormento eterno”.

O estado dos ímpios é tão eterno quanta é a vida eterna dada por Cristo aos justos.

Dn 12.2, “vida eterna” (Mt 25.46; Jo 3.16).

Ap 22.5 “reinarão para todo o sempre”

As palavras “eterno” e “eternidade” são as mesmas palavras usadas para revelar a verdade da eternidade de Deus Pai e do Filho (Gn 21.33; Dt 32.39, 40; Sl 90.2; Lm 5.19; Dn 7.27). Podemos afirma firmemente que “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”. Se o ímpio morrer nesse estado de incredulidade, ficará com o castigo divino sendo separado da misericordiosa e graciosa presença de Deus para todo o sempre enquanto sofre desprezo e tormento do fogo eterno.

O lago de fogo é o lugar de permanência dos ímpios que morrem nos seus pecados. Estes ficarão junto do diabo e de seus anjos para todo o sempre (Mt 25.41; Ap 20.10, 14, 15). Portanto, este lugar tem a presença de tudo que é vil – Ap 21.8; Mt 25.41 e neste lugar não terá qualquer consolo: Lu 16.24-26. A presença graciosa de Deus não estará lá – “Apartai-vos de Mim”, Mt 7.23.

Se tiver um pecador não arrependido aqui, as boas novas para você, enquanto está vivo, se encontram em Jesus. Ele substituiu na cruz a condenação de todos os pecados daquele que é arrependido dos seus pecados. Ele está pronto a perdoar e dar a vida eterna a todos que venham a se arrepender e crer de coração nEle (Mt 11.28-30).

Os salvos, podem regozijar da “tão grande salvação” que têm em Cristo. E, falando da eterna salvação que os salvos têm em Jesus Cristo, será que ela deve os incentivar a glorificar Deus pelo repúdio de qualquer traço nas suas vidas daquilo que moveu a mão de castigo do Pai sobre Seu Filho Jesus? Aí daquele que é remido pelo sangue de Cristo se ele brinca com aquilo que trouxe o Filho Unigênito a sofrer a maldição e agonia da morte de cruz! O remido é incentivado em muito a implorar e louvar a Deus pela Sua conformidade à imagem de Cristo cada dia mais.

Para Memorizar: Jo 3.36, “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”.

Compilado pelo Pastor Calvin Gardner
Correção gramatical: Edson Elias Basílio, 04/2008 e
Robson Alves de Lima 11/2011 Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Published inBíbliaCatecismo de C. H. Spurgeon

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!