Skip to content

Capítulo 7: Calendário Judaico

[Índice]

Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Nisã
Zive
Sivã
Tamuz
Ab
Elul
Etanim

 

Novembro
Dezembro
Janeiro
Fevereiro
Março
Bul
Quislev
Tebete
Sebate
Adar
Veadar

÷ Nisã ÷ Sivã ÷ Etanim

1 – Ano Novo 50 dias depois da Páscoa – Pentecostes 1 Festa dos Trombetas

14 – Páscoa 10 Grande Dia da Expiação

15 – Festa Dos Pães Asmos 15 Festa dos Tabernáculos

16 – Festa das Primícias

l Entre Pentecostes e a Festa dos Trombetas
Há um Intervalo Simbólico da Era da Graça

O primeiro mês do ano judaico é Nisã. O mês de Veadar foi aumentado sete vezes em cada 19 anos. Foi aumentado cada ano que a cevada não estava pronta no dia 16 de Nisã. Não podia ser aumentado dois anos em seguida.

As Festas Judaicas do Velho Testamento

Festa Simbolismo Comentário
Páscoa O Cordeiro de Deus sacrificado para salvar o pecador da ira de Deus. Festa comemorativa da liberdade dos judeus do Egito.
Festa dos Pães Asmos Fala da vida nova que o salvo tem em Jesus Cristo. O pão asmo era da Páscoa. É o resultado do cordeiro sacrificado ! Santidade.
Festa das Primícias Fala da Ressurreição de Jesus Cristo, Ele ressuscitou primeiro, depois nós os salvos por ele. Expressar gratidão pela ceifa que Deus deu. Devemos expressar a nossa gratidão pela vitória.
Pentecostes O Espírito Santo deu poder a sua igreja para fazer a sua obra. Dois pães, judeu e gentio. O fim da ceifa da cevada e a ceifa apresentada a Deus.
Festa dos Trombetas A Segunda Vinda de Cristo. Quando vier para arrebatar o seu povo e ajuntar Israel. Comemorar os eventos de Sinai.
Grande Dia da Expiação A Revelação de Cristo, Israel salvo e arrependido por causa da sua rejeição do Messias. O dia para Israel fazer expiação pelo pecado por mais um ano.
Festa dos Tabernáculos O Milênio ! Jesus Cristo reinando com Israel de Jerusalém e também todos os salvos com Ele. Lembrança da vida nas tendas no deserto.

 

 

 

Published inO Pentateuco