Skip to content

Estudo sobre Gênesis 4.16-26

[Índice ou e-book]

INTRODUÇÃO

Nestes poucos versículos nós temos o desenvolvimento da civilização. Infelizmente os efeitos do pecado se sobressaem. Mesmo aqui, os pecados que culminaram no dilúvio começaram a ser praticados.

I. CAIM – VERSÍCULOS 16-18.

Caim deixou o lugar onde Deus era adorado e começou a sua peregrinação. Após algum tempo ele construiu uma cidade (provavelmente a chamaríamos de vilarejo fortificada) e a chamou segundo o nome de seu filho. Seu propósito em construir uma cidade era sem duvida o de se proteger, como também desejava reverter a maldição que pesava sobre ele [vers. 14].

Parece estranho que a primeira cidade e os primeiros progressos na arte, nos trabalhos manuais e na criação de animais foram produzidos por Caim e pela sua descendência ímpia. A fé verdadeira tem sido sempre uma amiga da verdadeira ciência e cultura, mas aqueles que não têm uma celestial esperança, estão mais interessados nos confortos deste mundo. Geralmente aqueles que buscam o progresso atual nunca pensam da eternidade. Este mundo é o único interesse deles.

II. LAMEQUE – VERSÍCULOS 19-24.

A medida em que percorremos a lista dos descendentes de Caim, nós encontramos Lameque. Ele e os seus filhos foram muito influentes na história da humanidade. Infelizmente, como Caim, a sua influência não foi para o bem. Esta família fez grandes progressos, mas nenhum deles foi de âmbito espiritual.

A. Aqui vemos o primeiro polígamo [vers. 19]. A intenção de Deus era a união de um homem e uma mulher até que a morte os separasse. A sexta geração de Adão viu esta ordem ser pervertida por Lameque. Que choque isto causou naqueles que andavam retamente. Os nomes hebraicos das esposas parecem indicar que o problema de Lameque foi a concupiscência.

Miseravelmente hoje, homens e mulheres vivem juntos sem o benefício nenhum do matrimônio. Nos temos caído e afundado mais do que Lameque.

B. Nesta passagem nós temos o primeiro homem que aperfeiçoou a criação de gado. As tendas foram inventadas para acompanhar os pastos.

C. Aqui nos é dado a origem da música na raça humana. A música é um dom de Deus e deveria ser usada para Sua adoração. Infelizmente ela é usada para abafar a memória de Deus

D. Temos aqui o pai dos que trabalham com metais. Note que Tubalcaim foi um instrutor nesta arte.

E. A primeira poesia escrita também nos é dada aqui. Lameque tinha sido insultado ou injuriado por alguém, e então ele lhe tirou a vida. Ao invés de sentir remorso, ele se orgulhou disto perante suas esposas, compondo o que no texto em hebraico é conhecido como um poema. Esta canção é conhecida como “insulto” ou “canção da espada.” As palavras desta canção revelam quão ímpio Lameque era. Ele não se orgulhou somente de sua vingança, mas o versículo 24 em essência significa: “Eu farei mais para me vingar do que Deus poderia ter feito para vingar Caim, se ele tivesse sido morto.” Alguém sugeriu que o orgulho de Lameque e sua confiança foram inflamados pelo fato de seu filho Tubalcaim ter feito a primeira espada ou lança.

A canção de Lameque também parece ter um tom de auto justiça. No versículo 24, ele parece justificar suas ações. Este pensamento parece estar implícito: “Eu sou mais justo do que Caim, pois eu matei quem merecia morrer, portanto, quem me ferir, deve ser duramente vingado.” Os homens aprenderam cedo a justificar suas próprias ações, apontando para os pecados dos outros.

III. SETE – VERSÍCULOS 25-26.

Sete significa “nomeado” ou “firmemente estabelecido.” Eva o viu como alguém enviado para repor o lugar de Abel. Enquanto os pais do progresso material vieram da linhagem de Caim, foi de Sete que Noé, Abraão, e eventualmente o Salvador nasceu. No versículo 26, nos é dito que Sete teve um filho chamado Enos, que significa “fraco” ou “aflito.” A ultima declaração do versículo 26 é de difícil entendimento. Ela parece indicar que no tempo de Enos, os homens começaram a se separar publicamente para a adoração e a se identificar como seguidores de Deus. Como a maioria abandonou a Deus, os fiéis começaram a se destacar. O nome Enos pode indicar que o povo de Deus começou a ser afligido pelo mundo e então procuraram se reunir.

Published inGuia de estudo para Gênesis

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!