Skip to content

Três perguntas para se fazer aos amigos mormons

Embora não duvidemos do zelo missionário dos ​m​ó​​rmons, devemos reconhecer que estão anunciando um ‘outro evangelho’ (Gl 1.6). Muitas vezes, o mormonismo é apresentado como sendo uma religião cristã, mas estas três perguntas ajudarão a destacar as diferenças fundamentais entre o mormonismo e Cristianismo.

1. Há um único Deus? – Os m​ó​rmons acreditam que havia deuses antes de existir o deus do mormonismo. Embora di​zem​ que ador​a​m a um único Deus, não podem dizer com facilidade que sempre houve um único Deus. Joseph Smith dizia:

“De maneira que a doutrina da pluralidade de Deuses ocupa um lugar tão proeminente na Bíblia como qualquer outra doutrina.”[1]

“Temos imaginado e suposto que Deus é Deus desde todo o sempre. Eu refutarei esta idé​ia e retirarei o véu. Estas ideias são incompreensíveis para alguns, mas é simples… [Deus] já foi um homem como nós; sim, esse próprio Deus, o Pai de nós todos, habitou na terra, da mesma forma como Jesus Cristo fez, e provarei isto pela Bíblia…” [2]

O Mormonismo ensina que qualquer ser humano também pode se tornar um deus eventualmente. Mas isto é contrário ao que encontramos ​e​scrito na Palavra de Deus: “Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus. Eu te capacito para a batalha, embora não me conheças” (Is 45.5). E ainda: “Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e sou o último, e além de mim não há Deus” (Is 44.6).

2. A salvação é exclusivamente pela graça? – O Mormonismo sugere que as obras humanas – tais como a obediência dos 10 mandamentos em conjunto com uma vida devocional de oração – de certa forma completa​m a salvação das almas. É dito no segundo livro de Néfi 25:23:

“Pois sabemos que é pela graça que somos salvos, depois de tudo o que pudermos fazer.”

Visto desta forma, a graça divina opera em conjunto com aquilo que pudermos fazer.

Entretanto, esta visão é contraria ao ensino bíblico. Paulo afirma: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se orgulhe” (Ef 2.8,9). E ainda em Gálatas 2.16: “Sabemos, contudo, que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo. Nós também temos crido em Cristo Jesus, para sermos justificados pela fé em Cristo e não pelas obras da lei, pois ninguém será justificado pelas obras da lei.

3. Jesus Cristo sempre foi Deus? – O Mormonismo ensina que Jesus foi irmão espiritual de Sataná​s. Na teologia mormon, Jesus foi o primeiro “filho espiritual” nascido a Deus, o Pai Celestial, com uma de suas muitas esposas, e depois se tornou Deus. Entretanto, a eterna divindade de Cristo é explicito no texto Bíblico. Todas as coisas – inclusive o próprio Satanás – foram criadas por Cristo: “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito existiria.” (Joao 1.3)

Bibliografia:

  1.  Journal of Discourses, vol. 6, p. 5
  2.  Teachings of the Prophet Joseph Smith, pp. 345-346


Fonte: daniel.gardner.nom.br

Published inApologética

Receba nossos informativos!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades:

Obrigado. Cadastro efetuado com sucesso!